quinta-feira, 2 de abril de 2009

12 passos

Os Doze Passos

1. Admitimos que éramos impotentes perante a comida - que tínhamos perdido o domínio de nossas vidas.

2. Viemos a acreditar que um Poder Superior a nós mesmo poderia devolver-nos a sanidade.

3. Decidimos entregar nossa vontade e nossa vida aos cuidados de Deus, na forma em que O concebíamos.

4. Fizemos minucioso e destemido inventário moral de nós mesmos.

5. Admitimos perante a Deus, perante nós mesmos e perante outro ser humano e exata natureza de nossas falhas.

6. Prontificamo-nos inteiramente a deixar que Deus removesse todos esses defeitos de caráter.

7. Humildemente rogamos a Ele que nos livrasse das nossas imperfeições.

8. Fizemos uma relação de todas as pessoas que tínhamos prejudicado e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados.

9. Fizemos reparações diretas dos danos causados a tais pessoas, sempre que possível, salvo quando fazê-lo significasse prejudicá-las ou a outrem.

10. Continuamos fazendo o inventário pessoal e quando estávamos errados nós o admitimos prontamente.

11. Procuramos, por meio da prece e da meditação, melhorar nosso contato consciente com Deus na forma em que O concebíamos, rogando apenas o conhecimento de Sua vontade e relação a nós e forças para realizar essa vontade.

12. Tendo experimentado um despertar espiritual graças a estes passos, procuramos transmitir esta mensagem aos comedores compulsivos e por em prática estes princípios em todas as nossas atividades.

" A permissão para usar os Doze Passos de Alcoólicos Anônimos para adaptação foi concedida por A.A. World Services, Inc."


Foi isto que me ajudou a encontrar me e a para de usar a comida para abafar os meus sentimentos ;)

3 comentários:

Branquinha disse...

Olá Susana!Li o post da nutricionista Madalena Munoz e fiquei muito interessada e falar ctg. Tenho 23 anos e já há muitos anos que sofro de compulsão, embora só tenha ganhado consciência da dimensão do problema há cerca de 2 anos. Há um ano atrás que tenho usado laxante depois de ter compulsão, um exemplo de bulimia, não é? Esta semana tomei o passo de ir a um psicólogo porque não aguento mais. Vivo numa prisão que me atormenta mm mt..

Tenho um blogue, passa por lá. Logo à noite vou ler o teu blogue todo porque agora estou no trabalho.

Obrigada por dares o teu depoimento :)

abcd disse...

Olá. Estava a navegar na internet à procura de alguém com quem possa trocar impressões sobre este problema :S Eu identifico-me com muitos dos teus depoimentos.
Desculpa a invasão do teu blog.

Susana Cavaco disse...

Ola abcd, se quiseres falar no assunto manda msg... eu sei bem o quanto sofremos com esta doença. Procura ajuda a serio nao desistas... Vale apena viver ;)
Força!!! Tentas as reunioes dos adictos a comida anonimos se fores de lx senao procura ajuda a serio... e qualquer coisa aqui estou eu ;)