terça-feira, 1 de março de 2011

Tanto tempo que passou!


Pois é já lá vai um tempinho que não escrevo!!!
Felizmente por bons motivos, desde que deixei de escrever fui MÃE!! Algo que sempre quis muito, mas que tinha muito receio devido a todas as modificações que o meu corpo passou!
A M. nasceu a 6 de Dezembro de 2010 e foi a melhor prenda que poderia ter recebido!
Não penso diariamente no meu problema, aliás são raras as vezes que me lembro!
Com as fraldas, as mamadas, os choros e a faculdade, eu fui ficando para segundo plano, por uma lado ainda bem, não tenho tanto tempo para pensar em mim... logo a comida, a gordura, as calorias, etc. foram substituídas por coisas bem mais saudáveis!
Mas gostava de conseguir continuar a encorajar aqueles e aquelas que sofrem do mesmo que já sofri e ajuda-los a acreditar que é possível!
Durante a gravidez passei por várias etapas, tanto psicológicas como físicas. Pouco tempo depois de saber que a minha "pri" (princesa) ai vinha comecei a ter enjoos. Acordava mal disposta a passava assim o resto do dia, o que fez com que não conseguisse comer, então durante os primeiros 5 meses de gravidez engordei apenas 2 quilos.
Depois comecei a a sentir menos enjoos porque tomava medicação, e comecei a comer mais normalmente! Em dois meses engordei 6 quilos, o que para mim foi um inferno!
Ao inicio foi muito difícil para mim aceitar estas mudanças, quando finalmente eu estava em equilíbrio físico e psicológico, isto viria a alterar tudo o que tinha conseguido até agora!
enfim terminei a gravides com mais 13 ou 14 quilos!
Pois porque a partir das 38 semanas não me pesei mais.. já nem queria saber!
Também durante esta altura vomitei varias vezes, o que me fez alguma confusão! Mas como sempre pensei que não queria prejudicar o meu bebe nunca me deixei ir!
Enfim a M. nasceu e eu passado 3 meses já tenho o mesmo peso que tinha antes de engravidar!
NAo fiz desporto na gravidez, nem depois, não exagero na comida, mas também na resisto quando me apetece um chocolate! E como normalmente, nem pouco, nem muito! Aquilo que me apetece!
A M. foi uma dadiva e a minha vida só podia ter mudado para melhor ;)

Força a todos!!


Vou tentar manter o Blog para dar vos noticias da minha batalha ;)

domingo, 27 de dezembro de 2009

Balanço


Por se aproximar o fim do ano, o balanço começa a ser algo que este ano não me importo nada de fazer. Isto porque consegui realizar pelo menos o meu mais profundo desejo... que era acabar com o meu disturbiio alimentar!
Pois é o ano de 2009 foi talvez senão o melhor concerteza que tive desde o ano 2000 ou menos!
Visto que comecei com ele em 1999.
Pois é na passagem de ano de 2008/2009 pedi ás passas que me ajudassem a livrar do mu disturbio alimentar e que me ajudassem a mudar de vida, visto que já andava a abusar no alcool tambem.
Passado alguns dias aquele desejo domnou-me e comecei a tratar do assunto, outro aconteciemnto influenciou a minha escolha e lá fui pedir ajuda outra vez.
Procurei alguns centros de internamento visto que ja tinha estado num e sabia que não era com consultas que lá ia!
Não que tenha alguma coisa contra os profissionais de saude que actuam nessa area mas comigo nunca funcionou tentei de tudo e nada... podia melhorar mas voltava sempre ao mesmo... entao decidi internar-me desta vez por vontade propria!
Acredito na recuperaçao dos disturbios alimentares mas atraves deste tipo, pois atraves de medicamentos e 1 terapia por semana acho muito dificil.
Enfim, no dia 13 de Janeiro lá dava eu entrada numa comunidade terapeutica, que me atraiu pelo facto de ter arte terapia e exercicio fisico.
Lá passei 10 semanas, e desde o 1ºdia não mais vomitei.
Emagreci todos aqueles quilos que me tormentavam pois, sem beber e a voltar a controlar-me em 10 semanas perdi á volta de 10/12 kilos.
Não mais me pesei até Junho, mas pela roupa é o meu calculo.
E desde desse dia a minha vida deu uma volta de 180 graus, mudei de cidade, mudei de casa, mudei de area de estudo, mudei muitooooooo a minha vida.
Nao mais me preocupo com comida 24 horas por dia, nao me culpo por tudo o que como, permito-me a execessos e assumo e aceito que nao sou perfeita.
Foi 1 ano positivo em todos os aspectos. ;) Desejo um ano assim para todas voces que procurem o mesmo que procurava .... UMA SAIDA DO SOFRIMENTO!!!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Meditação do dia

" Não pares longe demais"
Seria uma coisa assustadora ser capaz de ver o futuro. Igualmente triste e preocupante, no entanto, é todo demasiadamente familiar o hábito de algum dia.
"Algum dia , eu estarei numa aula de dança...fazer parte de voluntariado do hospital ... fazer um cruzeiro nas ilhas gregas."
Eu vivi num futuro muito longo. A minha vida vai indo agora, e ~só há uma maeneira de viver: Agora.
Só por hoje: Eu nao quero saber o meu futuro, nem vivê-lo antes de ele chegar.

De volta!!


Pois é , decidi voltar a escrever, já há algum tempo que não o fazia, mas hoje nem sei bem porquê decidi fazê-lo.
Faz hoje 11 meses que estou em recuperação... ás vezes acabo por me esquecer do inferno que era a minha vida antes desta nova fase começar.
Mais uma vez mudei de cidade, de escola e de vida, mas desta vez pelos motivos diferentes não para fugir á minha doença, mas devido á pessoa com quem hoje em dia divido a minha vida.
E até está a ser benéfico, mantin-me na zona onde fiz tratamento, e tem-me ajudado.
O facto de estar constantemente com adictos a drogas e frequentar as suas reunioes, acabo muitas vezes por passar ao lado do meu real problema, mas o importante é que me mantenho em recuperação.
Escolhi esta imagem hoje, mas pelos motivos contrarios, apesar de ser uma das principais caracteristicas da anorexia e bulimia, neste momento eu não penso assim, finalmente olho-me ao espelho e não vejo o que lá não está mas sim o que realmente lá está reflectido.
Sinto-me bem com o meu corpo neste momento, não obceco com a comida e já não me mete medo... Consigo comer de tudo e ter uma alimentaçao identica ás pessoas que nao sofrem deste problema.
É bom... é um alivio... tambem já não acho que a culpa de tudo o que acontece está no peso, sinceramente nem penso muito nisso...
Deixei de me pesar...ao tempo que não me peso, desde Janeiro pesei-me 2 vezes, até parece mentira... mas a realidade é que isso me faz sentir bem, já não sou mais dependente da maldita da balança.
E está a tudo a correr como deve ser, umas vezes melhor outras piores, mas nunca deitando tudo a perder.
Isso para mim é o essencial. È verdade que o programa de 12 passos me tem ajudado muito, mas penso que não são só princípios para quem tem problemas, mas sim para todos... ele ajuda-nos a sentir-nos mais livres.
Bem por hoje me despeço, apenas quero aqui deixar a meditação de hoje, pois penso que ajudam-nos sempre a reflectir e parar para pensar.

" Incrivel graça! Como é doce o som que salvou um infeliz como eu!
Eu estava perdido, mas agora encontrei-me,
Estava cego, mas agora eu vejo."
Jonh Newton

Nada poderá descrever o que muitos de nós em O.A. sentem com as palavras "Incrivel graça"
Para nós, contudo, a experiência não é religiosa mas espiritual.
Qualquer que seja a religião que acreditemos ou não, a recuperação espiritual é sentida como uma profunda mudança interior;uma dissolução das atitudes e opiniões que nos mantinham acorrentados a compulsão.
O despertar espiritual cura-nos da nossa própria cegueira sobre a verdade acerca de nós mesmos e da nossa condição.
Não temos mais que andar sozinhos e perdidos. Nós encontramo-nos.
Só por hoje: As pessoas que estiveram profundamente nas garras das doenças do comportamento alimentar que recuperarm é verdadeiramente prova da Incrível Graça.



sexta-feira, 21 de agosto de 2009